Capacitação Ambiental

5%

Capacitação ambiental

Tendo em conta os resultados obtidos com a elaboração do Diagnóstico da situação atual do setor – Ecoinovação e impactos ambientais, a atividade “Capacitação do setor da extração de granito ornamental e rochas similares, e da transformação, ao nível da fabricação de artigos de mármore e de rochas similares e fabricação de artigos de granito e de rochas da sub-região do Tâmega e Sousa, para incorporação dos princípios e práticas de ecoinovação, ecoeficiência e economia circular”, pretende capacitar as empresas da sub-região do Tâmega e Sousa que pertencem ao setor na incorporação dos princípios e práticas de ecoinovação, ecoeficiência e economia circular, nomeadamente no desenvolvimento de novos processos que permitam aumentar o uso eficiente dos recursos, reduzir os impactos ambientais da própria atividade e reduzir os desperdícios, bem como no desenvolvimento de novos produtos resultantes da reutilização de desperdícios.

Objetivos:

O2.1 – Potenciar e facilitar a troca de experiências entre as empresas da sub-região do Tâmega e Sousa pertencentes ao setor da extração de granito ornamental e rochas similares, e da transformação, ao nível da fabricação de artigos de mármore e de rochas similares e fabricação de artigos de granito e de rochas da sub-região do Tâmega e Sousa, para incorporação dos princípios e práticas de ecoinovação, ecoeficiência e economia circular;

O2.2 – Capacitar o setor com orientações/recomendações nacionais e internacionais relacionadas com temáticas da ecoinovação, ecoeficiência e economia circular;

O2.3 – Promover o desenvolvimento de novos produtos, através da redução e reutilização de desperdícios.

Os objetivos desta atividade serão concretizados através da realização das seguintes tarefas:

Esta tarefa é muito importante para potenciar e facilitar a troca de experiências entre as empresas da sub-região do Tâmega e Sousa pertencentes ao setor, bem como para capacitar as mesmas para o desenvolvimento de novos produtos, através da redução e reutilização de desperdícios. Assim, o Hackathon Circular realizar-se-á presencialmente, envolvendo a realização de atividades em grupo durante 2 dias completos, e consistirá numa iniciativa competitiva de desenvolvimento de produtos e serviços com melhor performance ambiental, especialmente focada para as PME do setor. Esta será uma oportunidade para capacitar as empresas do setor da sub-região do Tâmega e Sousa, através de uma ação que complementa atividades em técnicas de ideação (por exemplo, design thinking) e os temas da ecoinovação e economia circular, com uma estrutura de competição que incentiva os participantes a desenvolverem novos produtos e serviços para o setor com um desempenho ambiental positivo.
Terá como objetivo principal o desenvolvimento de um Manual de Boas Práticas do setor, onde serão desenvolvidas orientações/recomendações ambientais relacionadas com temáticas da ecoinovação, ecoeficiência e economia circular, as quais contribuem para a redução/minimização dos impactos ambientais associados à extração do granito e transformação do granito e da mármore. O Manual será sustentado por exemplos práticos de empresas nacionais e internacionais que já implementaram boas práticas ambientais nas respetivas atividades, pois a demonstração de casos práticos é fundamental para motivar as próprias empresas do setor, mostrando que é possível obter valor com a incorporação de iniciativas ambientais. Paralelamente, o Manual de Boas Práticas também focar-se-á em temas como ecodesign, reciclagem, simbioses industriais, sistemas de gestão ambiental, servitização, entre outros.
Esta tarefa tem como objetivo apresentar todos os conteúdos e os resultados, do Hackathon Circular, nomeadamente as ferramentas desenvolvidas para apoiar o desenvolvimento de novas ideias/produtos através da redução e reutilização de desperdícios, e do Manual de Boas Práticas, nomeadamente as orientações/recomendações ambientais relacionadas com temáticas da ecoinovação, ecoeficiência e economia circular. Para além da componente expositiva, pretende-se ainda com a realização deste seminário promover a troca de experiências entre os membros do setor e de outros elementos da respetiva cadeia de valor, criando as bases para o desenvolvimento de outras ações de cooperação e capacitação do setor na sub-região do Tâmega e Sousa.

Os resultados esperados com esta atividade são:

– Realização de 1 Hackathon Circular;

– 1 Manual de Boas Práticas do setor para a ecoinovação, ecoeficiência e economia circular;

– 1 Seminário de apresentação dos conteúdos e dos resultados.

Capacitação
Digital

Diagnóstico
do Setor

Disseminação e Gestão do Projeto

Call Now Button